Notícias

Mudanças climáticas obrigam responsabilidades acrescidas - secretário de Estado

angop.ao
AngolaOnline

Luanda - As mudanças climáticas e a complexidade dos fenómenos meteorológicos obrigam a que os serviços de meteorologia tenham responsabilidades acrescidas no apoio ao desenvolvimento sustentável do país, afirmou hoje (terça-feira), em Luanda, o secretário de Estado para as Tecnologias de Informação, Manuel Homem., Ao tomar a palavra na cerimónia de abertura do "Seminário de Capacitação e Potenciação da Meteorologia em Apoio a Agricultura", Manuel Homem afirmou que a preparação dos especialistas com uso de modelos de alta resolução, vai contribuir para a criação de melhores competências na gestão e acompanhamento dos fenómenos naturais.

Considerou que o encontro "é um instrumento fundamental para o monitoramento do tempo e do clima e visa dotar o Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica, promotor do seminário, de valências para elaborar e disseminar previsões cada vez mais fiáveis, usando novas tecnologias de informação e comunicação".

Explicou que a formação, de três dias, marca o início das actividades resultantes do acordo de colaboração entre o INAMET e o Centro Comum de Investigação Científica da União Europeia, no âmbito do caminho conjunto entre Angola e o bloco europeu, bem como no plano de modernização do instituto.

Participam no seminário, ministrado por um investigador italiano, 16 técnicos nacionais do INAMET e dos ministérios da Agricultura, Energia e Águas, Interior e Defesa que, entre outros temas, vão abordar o monitoramento de secas e cheias, elaboração de boletins agrometeorológicos, análise e interpretação de imagens de satélite e os principais dados meteorológicos para monitoramento das culturas.

Tutelado pelo Ministério das Telecomunicações e Tecnologia de Informação, o Instituto tem como missão contribuir para a protecção de vidas e bens, e apoiar o desenvolvimento sustentável do país por meio de informação meteorológica e geofísica confiável.

, watch?v=8MGqI4wakng


Voltar
PUBLICIDADE